27
jun-2013

Canal de tevê para sociedade civil é tema de debate no Rio de Janeiro

Curtas   /  

Redação – Observatório do Direito à Comunicação

O Canal da Cidadania, previsto no decreto que criou o sistema de TV digital no Brasil, será discutido no dia 27 de junho, a partir das 18h30, no auditório da Central de Produção Midiática (CPM) da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ). Participarão da discussão Arthur William, (integrante da Associação Mundial de Rádios Comunitárias – Amarc-Brasil); Cláudia de Abreu (integrante da Frente Ampla pela Liberdade de Expressão e pelo Direito à Comunicação – Fale-Rio) e Octavio Pieranti (diretor do Departamento de Acompanhamento e Avaliação da Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações).

Em 2010, o governo estabeleceu que os Canais da Cidadania vão contar com quatro faixas de programação, sendo uma para o poder executivo municipal, uma para a câmara de vereadores e duas para a sociedade civil. A regulamentação desse Canal só aconteceu em dezembro do ano passado. Agora, prefeituras, câmaras de vereadores e sociedade civil estão em busca de se organizar para implementar esta que é, talvez, a maior promessa que restou de todo o processo de discussão da TV digital no Brasil.  

A atividade é organizada pelo Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, em parceria com o grupo de pesquisa Políticas e Economia Política da Informação e da Comunicação (PEIC) da ECO/UFRJ. O debate se soma ainda ao lançamento do livro “Caminhos para a universalização da banda larga”, que acontecerá amanhã, e ao minicurso sobre radiodifusão, previsto para sábado. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em http://bit.ly/cursointervozes2013 ou no local.

0

0

 likes / 0 Comments
Share this post:

comment this post


Click on form to scroll