30
jun-2009

Militares fecham estações de TV e rádio em Honduras

Notícias   /   Tags:

A deposição do presidente hondurenho Manuel Zelaya por grupos militares gerou cerceamento nas atividades da imprensa no país. Várias estações de rádio e TV foram fechadas entre domingo e a última segunda-feira (29). Entidades internacionais de defesa da imprensa repudiaram a medida.

Após os militares tirarem Zelaya do poder e o obrigarem a se refugiar na Costa Rica, soldados fecharam as redes internacionais de TV CNN, em Espanhol e Telesur, da Venezuela.  Um canal pró-governo também foi censurado pelos soldados.

Nesta terça-feira (30), manifestantes criticaram os jornais El Heraldo e El Tribuno, veículos livres de censura dos militares. Segundo a população, os periódicos teriam conivência e apoio ao golpe de Estado.
  
Em nota, a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) criticou a medida dos militares. De acordo com a entidade, a ação mostra que os "líderes do golpe querem esconder o que está acontecendo".

Manuel Zelaya foi deposto no último final de semana por autoridades militares de Honduras. A justificativa é de que o então chefe de Estado queria aprovar mudanças na legislação, para se manter no mandato. Os presidentes de Brasil e dos Estados Unidos, Lula e Barack Obama, respectivamente, repudiaram a medida e não reconheceram a legitimidade do novo governo hondurenho. A informação é da agência Reuters. 

 

 

 

0

0

 likes / 0 Comments
Share this post:

comment this post


Click on form to scroll