30
set-2008

Ouvidoria da EBC deve entrar em funcionamento apenas em 2009

Notícias   /   Tags:

Há cerca de um mês, o jornalista e professor universitário Laurindo Leal Filho assumiu a ouvidoria da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Entretanto, pelas projeções do próprio ouvidor, o serviço só deve entrar em pleno funcionamento em 2009.

“Queremos começar a funcionar o quanto antes, mas não quero acenar com algo que não vou poder cumprir. Eu não acredito que a gente consiga colocar tudo no ar antes do final do ano”, avalia.

Segundo Leal, os entraves são de duas naturezas: pessoal e material. A primeira está parcialmente resolvida. Seguindo a legislação, foram indicados três ouvidores adjuntos. A doutora pela UFRJ e funcionária da antiga TVE do Rio de Janeiro Maria Luiza Franco Pusse será responsável pela TV; o professor da UNB Fernando Paulino analisará as emissoras de rádio; e o ex-ouvidor da Radiobrás Paulo Sérgio Machado ficará com a Agência Brasil.

Para o contato com o público, a contratação de uma empresa de call center está em fase final de licitação.

Solucionados esses problemas, falta a questão material. A ouvidoria da EBC possuirá estrutura própria em Brasília, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Até o momento, nenhuma delas está pronta.

“Em Brasília já existe uma pequena estrutura que será ampliada. No Rio, ainda estamos montando e em São Paulo vai ser implantada quando mudarmos para a nova sede, provavelmente em outubro”, projeta Leal.

A produção dos programas da ouvidoria que serão transmitidos, semanalmente, pelos veículos da EBC também contribui para a demora no início do pleno funcionamento do serviço. Além da necessidade da estrutura, falta a negociação do horário.

“Ainda estamos estudando o horário na grade, mas eu faço questão que seja no horário nobre. Nós não queremos esconder nada”, diz Leal.

0

0

 likes / 0 Comments
Share this post:

comment this post


Click on form to scroll